O tema cibersegurança tem estado entre os trend topics ultimamente, com a publicação de conversas entre procuradores da Lava Jato pelo site The Intercept.

 

Mas como se proteger ao trocar mensagens pela internet?

 

Enquanto o ex-juiz Sérgio Moro declara ter sido vítima de um ataque hacker, o Telegram (aplicativo de mensagens de onde as supostas conversas vazaram) enviou o seguinte comunicado:

 

“De fato, não há evidência de nenhum hack. É mais provável que ou tenha sido por malware ou pelas pessoas não usarem sistema de verificação em dois passos”.

 

MAS O QUE É ISSO?

 

Malware é um conjunto de ações maliciosas no meio digital. Elas podem capturar informações sigilosas de usuários, seja por um link no e-mail, uma mensagem em aplicativos, ou outras formas.

 

Com isso, os criminosos passam a ter o controle do computador ou smartphone da vítima, sem levantar suspeitas. Nesse caso, o problema de segurança não seria no Telegram, e sim no celular de um ou mais dos envolvidos.

 

Já a verificação em 2 passos é uma ferramenta que envia para o usuário uma notificação todas as vezes que o seu perfil for acionado em um novo aparelho. Neste caso, o hacker só teria sucesso na invasão se o usuário confirmar o segundo passo.

 

OS 6 PILARES DA CONVERSA PRIVADA

 

Para entender mais sobre a privacidade no mundo digital, vale conhecer os 6 pilares da conversa privada, apresentados por Roland Schilling e Frieder Steinmetz.

 

Imagine que você está em uma festa e procure um local isolado para ter uma conversa privada com alguém:

 

CONFIDENCIALIDADE: Somente você e seu interlocutor devem ter acesso ao conteúdo da conversa.

 

AUTENTICIDADE: Você precisa saber que a pessoa com quem está conversando é de fato ela.

 

INTEGRIDADE: É preciso ter certeza de que a pessoa escute exatamente aquilo que você está dizendo, e que a mensagem não seja corrompida por terceiros.

 

SIGILO PRÉVIO E FUTURO: Caso uma pessoa entre na sala, no mundo real vocês podem interromper a conversa. No mundo digital não é tão simples assim.

 

O sigilo prévio é a garantia de que o terceiro não tenha acesso ao que foi discutido antes de sua entrada na sala. E o sigilo futuro é o bloqueio a tudo o que foi dito após a sua saída.

 

NEGAÇÃO PLAUSÍVEL: Se o assunto for delicado, e a conversa privada, as únicas pessoas com acesso ao conteúdo seriam os participantes. Seria então a palavra de um contra ou outro no caso de acusações sobre o conteúdo da conversa.

 

PROTEJA SEU E-MAIL COM O OnDMARC 

 

O OnDMARC é um sistema de segurança de e-mail para configurar de forma rápida e fácil o DMARC, que é o protocolo de segurança robusto e complexo criado para prevenir os ataques cibernéticos.

 

Com o OnDMARC é possível:

 

– Bloquear automaticamente e-mails maliciosos;

 

– Aumentar a capacidade de entrega de e-mails autorizados;

 

– Proteger a reputação da sua marca.